Guia internacional avalia atuação de escritório onde Ricardo Tosto é sócio-fundador

A organização Legal 500 possui como finalidade avaliar empresas e práticas do segmento jurídico. Na edição de 2017, contudo, o escritório Leite, Tosto e Barros, cujo co-fundador é o advogado Ricardo Tosto, foi um dos participantes avaliados juntamente com outros ao redor de todo o mundo. Através da publicação em forma de um guia intitulado de Latin America, todos os envolvidos receberam classificações e recomendações de acordo com as performances apresentadas ao longo do período avaliado.

Ricardo Tosto destaca que, assim como os procedimentos adotados pela Chambers Latin, uma outra instituição incumbida de avaliar integrantes do meio jurídico, o Legal 500 emprega um sistema onde os interessados enviam suas candidaturas. Juntamente com os documentos de admissão, há a exigência por parte da organização de que sigam materiais que possam promover uma avaliação minuciosa acerca dos serviços realizados. Para que a apuração do desempenho dos participantes seja a mais fidedigna possível, entrevistas também são realizadas.

No que se refere à advocacia Leite, Tosto e Barros, a instituição avaliadora apontou que o escritório, em relação aos casos de reestruturação e falência, possui um setor com estrutura adequada para atender as demandas dessa natureza. Assim sendo o guia Latin America trouxe a observação de que o departamento de contencioso desponta fortalecido dentro da empresa. Em se tratando dos serviços de aconselhamento, o advogado Rodrigo Quadrantes foi apontado como profissional expressivo no meio.

Cristina Lombardi e Mariana Nogueira, sócias do escritório, assim como Ricardo Tosto e outros profissionais, também foram indicadas pelo Legal 500 por agregarem grande valor aos ativos da empresa, já que os clientes originados a partir das demandas de compliance foram considerados pelo guia como bem defendidos pelas profissionais. Desse modo, o escritório localizado na cidade de São Paulo também recebeu bons índices de aprovação pelosx avaliadores.

As ações litigiosas defendidas pelo escritório foram a razão do Leite, Tosto e Barros ingressarem na área composta por energia, infraestrutura e construção civil. Um caso emblemático para a organização jurídica, contudo, foi o que envolvia uma empresa responsável pela gestão de energia em determinadas regiões do país. Além disso, Ricardo Tosto e os demais sócios também atuaram em face de processos ligados à um grupo empresarial cujo principal serviço consistia no processamento de carnes, gerando maior desenvoltura da advocacia, o que permitiu uma avaliação mais profunda.

Para a modalidade que envolve recursos naturais, a advocacia que foi responsável por defender companhias em assuntos inerentes aos trâmites de licitações, conseguiu ser bem vista pelos avaliadores, uma vez que as ações envolvendo concessões foram responsáveis por uma maior projeção do escritório diante do segmento jurídico. Com isso, Tiago Lobão Cosenza e Eduardo Nobre, dois advogados atuantes no setor, receberam aprovações do Legal 500.

Embora a advocacia atenda um vasto número de segmentos, nos últimos anos a empresa tem recebido muitos casos relacionados ao campo da concessão de energia. Essa grande demanda ocasionou para o escritório de Ricardo Tosto a recomendação como um estabelecimento indicado a solucionar casos dessa natureza. Em relação às instituições financeiras, a advocacia sobressaiu-se pela presença estratégica na defesa em processos trabalhistas.

 

About author